terça-feira, 3 de março de 2009

Sociedades Secretas!

As Sociedades Secretas
constituem um fenômeno universal.
Presente desde a Antigüidade, manifestando-se em todos os domínios da vida, quer seja a esfera política, a esfera econômica, a esfera militar, científica, religiosa, artística, notadamente literária, ou nesta que nos concerne a esfera da Tradição e do Ocultismo. No domínio político, por exemplo, muitos dos movimentos internacionais são nascidos nas ante-salas onde alguns obscuros políticos desconhecidos se reúnem para mudar o Mundo.
No domínio artístico, certos Círculos surrealistas funcionaram como Sociedades Secretas.
A Sociedade Secreta empresta formas múltiplas, mais ou menos adaptadas aos tempos e aos espaços em que estão inseridas. Das crianças aos velhos, todos os elementos de nossa sociedade fizeram, ou ainda farão uso direta ou indiretamente das facilidades e predicados de uma Sociedade Secreta. O famoso "Jeitinho Brasileiro" agregou fama na década de 60 com inúmeras manipulações políticas, se solidificou nos anos 80, muitos utilizando ainda como massa de manobra, e hoje é percebido no ato de livrar-se de multas e taxas, e até mesmo para furar fila de banco. Mas não podemos generalizar toda Sociedade Secreta como produtora de facilidades. Hoje as Sociedades Secretas constituem o vetor habitual de manifestação do mundo do Ocultismo, da Tradição e da Iniciação.
Este Universo se interpenetra com todos os registros de expressões da natureza humana.
O sublime costeia o medíocre, o vulgar costeia a beleza, o horror, a verdade, a mentira, o conhecimento, em um paradoxo vivo que permite a emergência do Ser. O Divino eleva-se mesmo no meio do vício. A fascinação do humano pelo secreto, sua tendência natural à auto-alucinação e ao maravilhoso recobriram a noção de Sociedade Secreta (as SS!) de um verniz de superstição e de crenças que tornam sua compreensão difícil.
Em nossa época moderna, pela multiplicidade de SS de pretensão Iniciática, cujo exame demonstra não serem, nem secretas, nem Iniciáticas, gerou uma confusão sem precedentes sobre o cenário já obscuro do Ocultismo e atraiu a atenção, dentre outros, de pesquisadores tradicionais ou universitários, do grande público e dos jornalistas, como dos serviços governamentais da maior parte dos Estados.
Faz-se urgente que se forneça alguns elementos de questionamento às numerosas pessoas que se interessam pelo Ocultismo, Tradições, ou mais freqüentemente pelas SS, a fim de colocarem-se em condição de passar da confusão ao discernimento.
A confusão permanecerá malgrado tudo, no geral e no particular, neste domínio, porque sem dúvida é ela indispensável para dissimular algumas SS de características verdadeiramente Iniciática e desqualificar a massa dos curiosos ou dos desequilibrados que são atraídos por este tema. A intenção deve ser a de fornecer àquele que procura, não à felicidade, mas a libertação, o despertar, alguns índices suficientes para detectar as pistas autênticas como as vias sem procedência, e tirar proveito dos erros que não deixará de cometer, como todos os questionadores autênticos fizeram antes dele.
Cito "Lança del Vasto", que descreveu perfeitamente a situação no prefácio do livro de Louis Cattiaux: Le Message Retrouvé (A Mensagem reencontrada):

...“A conjuração dos Imbecis, dos Charlatões,
e dos Sábios foi perfeitamente bem sucedida.
Esta conjuração teria como objetivo esconder a verdade...
Uns e outros serviram a esta grande causa,
cada um segundo seus meios:
Os Imbecis por meio da ignorância...
Os Charlatões por meio da mentira...
Os Sábios por meio do Grande Segredo!”
...

NAMASTE!

4 C O M E N T Á R I O (S)

Rafaela Figueiredo disse...

ótimo texto e um áureo trecho de conclusão!

obrigada pela visita.
namaste! ^^

Fernanda Alves disse...

A que tipo de SS nós pertencemos?

E será que seremos sábios o suficiente para mante-la de pé, com suas "tradições e segredos"?

Há uma sociendade Secreta em toda parte. Pequenos nichos,grandes segredos.Às vezes nem são dignas de nota, mas ao paramos para analisar, nos colocamos na posição de curiosos querendo saber(entender) sobre a essência contina naquele movimento.

A vida (individual) não seria uma sociedade segreta?

(texto excelente! Me fez pensar em outras coisa e entende-lo de uma maneira diferente!)

bjs**

@_-¯Cristiano Quaresma¯-_@ disse...

Sim Fernanda...
Temos o indivíduo...
Dois indívíduos, podem ser um par,
ou uma dupla... mas de três em
diante já pode ser considerado
grupo, motim, Sociedade Secreta!
Reunir-se em lugar e propósito
comum, condizente ou não com
regras sociais pré-estabelecidas!
Temos algumas?
NAMASTE!

Fernanda Alves disse...

pensando de uma outra maneira,cheguei a ter a idéia de que cada indivíduo é uma sociedade secreta! porque, pelo menos no meu caso, acredito que cada um tem tantos outros -tantas facetas- dentro de si própio que assim, todos juntos, formam uma sociedade secreta dando características ao ser.Mantendo os segredos intactos. As tradições(manias, trejeitos, conceitos) em vigor....
Não sei se estou fantasiando demais, mas acho que cada um tem dentro de si uma SS que desperta sempre curiosidade;o oculto; o mistério, que nos faz ser quem somos e assim formar outras SS com outros tantos.

Postar um comentário