sábado, 28 de fevereiro de 2009

RSS Mental!

Na Blogosfera você encontra vasto material de pesquisa, sobre quase infinitos assuntos, sobre vários prismas, várias idéias são propostas, e inúmeros devaneios são divagados. Vomitar suas reflexões e pensamentos, compartilhá-los com o Universo Físico-Virtual, perceber identidades e afinidades comuns, este cenário muda o conceito e a noção de distância. Hoje, estar perto significa conversar instantaneamente pela Internet, manter amizades por critérios de afinidade em redes virtuais sociais, fantasiar um perfil virtual de personalidade de alguém que você gostaria de ser... Apenas e tão somente para, ilusoriamente, integrar-se a sociedade.

Em outros tempos, escrever resumia-se em expor entre papel e caneta (ou lápis!) suas idéias e pensamentos, muitas vezes apenas o resumo do seu dia, na maioria dos casos em um caderno cheio lembrancinhas de amigos(as), absolutamente confidencial.
Hoje escrever transpõe a simples manifestação da escrita, pois pequenas palavras e/ou linhas são o suficiente para conectar afinidades e pensamentos comuns.

Os Blogs são o retrato atual da evolução da escrita, não mais em cadernos confidenciais, mas desde o resumo diário de um(a) adolescente até mesmo a formação e/ou manipulação de idéias, conceitos e teorias dos grandes veículos de manipulação de massa.
Muitos blogs estão densamente interconectados, pois blogueiros lêem os blogs uns dos outros, criam enlaces para os mesmos, referem-se a eles na sua própria escrita, e postam comentários nos blogs uns dos outros.
Por causa disso, os blogs interconectados criaram sua própria cultura!

Neste Universo da Blogosfera, onde exponho minha textualidade por dois canais distintos (Meu Cazzzulo e Dicas do Quaresma), sou assíduo leitor de Blogs cujo conteúdo e inspiração comum é a de que o ato criativo, assim como o de compreensão, cognição e a consciência moral ocorrem primordialmente e originalmente na mente de cada ser humano uno e indivisível, e não em comitês ou coletividades.
Na leitura de um artigo específico do Blog O Indivíduo deparei-me com a menção ao site Wordle.net que, ao filtrar o RSS dos artigos de um Blog/Site, produz imagens com base na freqüência relativa das palavras. O resultado é surpreendentemente interessante e esteticamente agradável.
Por Exemplo, para o Meu Cazzzulo, o Wordle produziu as imagens que ilustram este artigo que, com mínima percepção, fica clara a representação de um instantâneo de minha personalidade.
NAMASTE!

6 C O M E N T Á R I O (S)

Julio Marin disse...

Primeiramente fico lisonjeado com suas belas, românticas e por que não dizer, exageradas palavras em relação ao meu texto.

Igualmente penso, que os blogs e todo o conjunto de artifícios - pois são muito mais que instrumentos - criaram uma outra maneira de nos relacionarmos com a nossa escrita. E por que não dizer, e me usando de Foucault, que estuda entre muitas coisas, a evolução dos instrumentos de confissão na sociedade. Deixamos de lado a igreja, passamos para o psicanalista e de certa forma expandimos para quem quiser ver... por meio dos blogs...

Grande abraço.... irei acompanhar o seu a partir de agora...

Rogério disse...

Cara, você viu o meu, agora eu tô vendo o seu. Muito bacana, curti os treco que você escreve. Valeu pelo comentário que você me deixou lá no camaleão. Me ajudou muito. Apesar de que ali eu realmente estava meio bêbado, como agora, mas é bom saber que minha sinceridade ainda transparece mesmo assim. Valeu! Irei te acompanhar.

Rafaela Figueiredo disse...

ora, ora... mais um bom frequentador do blog de Marcia.
blog bacana!
passarei com mais calma por aqui, assim que a loucura universitária da corrida contra o tempo me permitir.

abçs o/

Fernanda Alves disse...

Creio que a troca do caderno usual por esta ferramente eletrônica conectada a varias outras, é um grande avanço.

Expor idéias, o que sentimos, -pensamentos fúteis, sérios, equivocádos, mal formulados- é como expor nossa alma,não necessáriamente expondo o que você realmente é. De fato, quem você realmente é, na internet, não é uma coisa que importe tanto, devido a esse anonimato que se pode ter.Mas podemos sentir e até jugar por aquilo que você demonstra ser.

Com os blogs aprendemos muito, basta estarmos atentos.
A transparencia que agora não fica mais guardadas em folhas de papel empilhadas dentro de uma gaveta escura, podem surpreender com a beleza e os mistérios que existem dentro de cada um.

Continue nos presenteando com a beleza que há dentro de você...


beijos!

Edinho Lumertz disse...

Olá Cristiano Quaresma. Eu adquiri o hábito de visitar blogs de pessoas que considero serem inteligentes, porém sem comentar porque acabo me envolvendo demais com qualquer atividade e me torno escravo destas coisas. Contudo senti vontade de escrever pra ti. Eu aprendi que o importante, na língua portuguesa, é comunicar. "Não temos um número absurdo de regras para decorarmos e usarmos pouco. Temos algumas regras para usarmos todos os dias."(Celso Pedro Luft-livro "O Gigolô das Palavras). Não sou professor de letras, mas admiro nossa língua mãe com todas as minhas forças. O que pretendo dizer com essa enrrolaçada que fiz, é que, particularmente eu, ainda não sou um filósofo(pretendo ser), mas sou observador ao extremo. Logo escrevo minhas coisas baseando-me no que observo do meu próprio comportamento e no de pessoas que conheço. Tenho temas ruins, abordagens mal feitas, algumas estão no meu blog(nem perde tempo procurando as ruins). Quando li os textos da primeira página do teu me identifiquei imediatamente. Tu te mostras também um belo observador e, além disso, um grande estudioso. Parabéns pela forma de construção dos textos, os temas que tu analisas com excelência, coisas muito atuais, ótimas de se ler. É um prazer ser lido por uma pessoa jovem, inteligente, avançado no melhor sentido da palavra. No primeiro dia fiquei com vergonha e pensei em fazer uma classificação para que tu não tivesses o desprazer de leres uma porcaria, uma idéia obsoleta ou absurda. Depois desisti porque tudo é feito com carinho, muita inspiração, sou muito religioso, não sou fanático. Por tanto se tu não gostares é teu direito e fim. Não precisamos concordar com tudo. Eu tenho a mania de achar que consigo agradar e que devo agradar a todos sempre. Bobagem. Ser gentil e educado, sim. Depender da opinião de outras pessoas para viver, não. Perdão por misturar os assuntos no mesmo "bolo". Adorei a saudação Namaste. Algumas pessoas não sabem se comportar, comentam coisas, agridem, ofendem e não deixam uma brecha para nos defendermos ou explicamos de forma mais clara. Imagina se vão desejar algo bom!. Retribuo com satisfação: Namaste.

Felipe Attie disse...

"Os Blogs são o retrato atual da evolução da escrita"...

Menos... menos... Bem menos...

Postar um comentário