quinta-feira, 6 de julho de 2006

Máximas!

Em minhas aventuras no exterior do Meu Cazzzulo, duas máximas que andei recolhendo no último ciclo rotacional:

- Se você não arrumar coisas para passar o tempo, acabará arrumando tempo para fazer coisas...

- Você precisa de dinheiro para ter o que quer, porque para ter o que quer você precisará de dinheiro!

Apontando para minha história, analisando as máximas friamente e com prisma diferente do habitual, venho crer que, em minhas andanças, percorrendo meu caminho neste plano, batalhas foram vencidas...
Há ainda muitas à vencer...
Mas com elas venho sofrendo a certeza de que o mundo não é só meu...
Estou aprendendo a viver!!!
Mais que viver, venho aprendendo que o que importa (antes que a vida metafórica se transforme em matéria cósmica decomposta...) é trabalhar na mudança do que é preciso mudar...
Cada um na sua vez, cada qual no seu lugar...!!!

Nena, obrigado pelas vibrações...
Suas conclusões reforçam a boa imagem
que tenho com o atual reflexo do meu espelho...
Obrigado, de Coração...
NAMASTE!

3 C O M E N T Á R I O (S)

Mônica disse...

Oi!
Gostei do 'é preciso trabalhar a mudança'... Às vezes é complicado, né?? O novo assusta, mas... Ele precisa chegar, para que depois, de peito aberto, possamos cantar: 'lindo, tô que nem criança, tô de alma limpa...'
A foto diz tanto também!
Beijo no coração

Mitchu disse...

Mitchu...rsrsrsr
Não precisa agradecer...é o q vejo.
"Nossa boca fala o que o nosso coração está cheio!"...Nos textos, parece que consigo ver vc...é muito engraçado!!

Beijos em seu coração...

Rodrigo Santos disse...

O simples fato de que algumas atitudes levam á consequências talvez banais para alguns, não pode ser levada ao pé da letra como de costume da maioria da civilização um tanto quanto alienada da realidade em que vivemos!!!! Para que se consiga algo material de que se necessita ou deseja, basta que se tenha dinheiro. Popularmente conhecido como "cash". Mas a questão deixa a desejar. Num mundo globalizado e capitalista em que vivemos, onde a lei da sobrevivência e dos mais fortes prevalencem, o acesso a certos equipamentos, serviços, conforto e educação so podem ser alcançados por aqueles que se dizem chefões. Tais quais vislumbram com seus grandes carros, que mais parecem carros fortes diante de uma sociedade faminta, isolada de um país considerado "O País da igualdade social", agora fica a pergunta. E os direitos iguais?? Esses pelo visto estão tirando férias!!!!
Parar refletir.....

Bom Cristiano:
Acho que a minha parte estaou fazendo, pelo menos deixei um bom texto ai para vc!!!! Falando nisso a crônica "Máximas"que vc fez ficou bem legal, bem textualizada!!!! Congratulation

Postar um comentário