quinta-feira, 20 de julho de 2006

Dia do Amigo!

É simplesmente todo dia!
Amizade verdadeira é a comum, sem idealismo, nem falsas expectativas.
Criou-se o mito da amizade, que acabou virando uma arapuca. Todo mundo quer que o outro seja o amigo de todas as horas, o ombro à disposição, ouvido ligado 24 horas, etc. Poucos se dão conta de que são também objeto dessas expectativas irreais. Por causa dessa divinização da amizade, ela vira algo impossível e, temos por aí quase todo mundo decepcionado com os amigos e em busca do AMIGO... aquele! Bobagem! Amigo é gente comum, muitas vezes egoísta, que se irrita, que às vezes se acovarda e foge nos piores momentos, etc... mas que também, se aceito sem demandas inumanas, pode ser companheiro de caminho, de brigas, de prazeres e de reclamações contra os “amigos”.
Falam ainda que não existe mais amizade como antigamente... outra idiotice. Antigamente as pessoas eram tão humanas como hoje e desfiavam as mesmas reclamações... contra as amizades, os amores e os parentes!
O engraçado é que, como todos reclamam dos amigos, todos são também maus amigos para alguém. Que tal aceitar-se e ao outro como é e gozar a vida como ela se oferece?
Bom mesmo é: relaxar e rir, chorar, xingar e falar mal dos amigos, sem sentimento de culpa. Saber que amizade é opção cotidiana e não um milagre. Entender que ninguém é obrigado a ser amigo de ninguém... saber que companheiro de farra não é amigo... que multidão só atrapalha e enche o saco!
Perceber que o melhor são poucas amizades... dá menos trabalho. Desconfiar que precisar de “muitos amigos” pode ser sinal de baixa auto-estima... saber que seu melhor amigo é você mesmo e, só então, pode ser amigo dos outros. Compreender que amizade muito perfeitinha e agarrada demais dura pouco e acaba mal... ser amigo e procurar amigos sem fazer disso mais uma daquelas mentiras pesadas que só atrapalham as amizades e a saúde mental de muitos... ver que no vocabulário da amizade o Não é uma das palavras mais preciosas!
Constatar isso não é pessimismo e nem cinismo, apenas a consciência de que parte da bondade da vida e das pessoas são as contradições e dificuldades do mundo. Gostamos tanto disso que não bastando as que vivemos, criamos mais: nas novelas, no teatro, no cinema e nos livros!!!
Feliz Dia do Amigo Verdadeiro, sem frescuras!

Vocês:
- Nena (laços de outro plano...);
- Paulo Jr. (minha cartilha espiritual...);
- Andréia (guerreira...fortaleza...);
- Cátia (grande amiga carioca...);
- Rubens (impossível explicar... laços de outro plano...);
- Amanda (minha peluda...);
- Carlos Eduardo (uma incógnita...);
- Marcia (presente da vida profissional...);
- Maurício (amigo "Surpresa"...);
- Mônica (exemplo de "amigos virtuais"...);
- Iracema (minha mentora...);
- Patricia (mais novo presente virtual...) ;
- ...

Providência: obrigado por me apontar estes caminhos...
NAMASTE!

2 C O M E N T Á R I O (S)

Mônica disse...

Nossa... Como é bom saber que você está por aí e somos amigos... Esta semana comemoramos um mês desta linda amizade virtual, sabia?
Um enorme beijo no coração e obrigada por você existir.

Anônimo disse...

Obrigada por me incluir nesta lista de amigos...é bom saber que já superamos tudo do passado.

Adoro vc...de coração!!

Postar um comentário