quarta-feira, 21 de junho de 2006

Medo!

Muitas vezes, ao enfrentarmos uma situação difícil, deixamo-nos levar pela incerteza e pelo temor. Achamos que não somos capazes de superar aqueles momentos, e o medo de lutar nos conduz rapidamente à derrota.
Mas em que estamos depositando a nossa fé?
Em quem?
Em que?
Onde está?
Na nossa própria força?
Ou no poder da Providência, tal que confiamos sem hesitar?
A Providência tem nos prometido:
"Eu te amparo..."
"Eu te sustento..."
"Eu te dou força..."

De que eu devo ter medo?
De quem?
Por que continuarei duvidando?
Se o meu coração foi anfitrião e recebeu de portas abertas a atmosfera da Providência, porque temer, mesmo diante de uma adversidade tremenda??
Uma adversidade enorme?
Triste?
Decepcionante?
Frustrante...
Estarei em paz na certeza de que a vitória é minha, em nome da Providência...
Em nome da Providência estarei reservando e dedicando o último dia da semana gregoriana... Em nome da Providência vou procurar
“doar de coração, pois de coração recebeste”...
Você ainda tem medo?
Descanse nos braços da Providência!
NAMASTE!

2 C O M E N T Á R I O (S)

Mônica disse...

Queridão, percebeu bem na leitura da figura???? A seta que segue, só tem uma nota, pois a música, ou seja, as outras notas, serão escritas pro você no caminho da vida...
O Adeus foi quem ficou com a seta da música que tocou... Vai sempre existir, mas não te ajudará a ir pra frente...
Medo... Medo... Isso é normal! Tudo o que é novo nos assusta! Ser feliz de novo! Nossa, que medo! Recomeçar e reescrever uma nova história? UI, que medo! Normal!
Você já é feliz! E será kda vez mais...
Tô na área, amiguinho! Beijo no coração

Marcia Ferraz disse...

Oi Cris !! Parabens pelo texto ! Beijos

Postar um comentário